terça-feira, 28 de outubro de 2008

8 meses

Mais um mês se passou, parece que os meses estão passando cada vez mais rápido. Ano passado estava com um barrigão, agora estou com um bebezão.
Agora ele está medindo 70 cm e pesando 9,455 Kg, este mês ele já está comendo bem melhor algumas vezes chega até a comer a papinha todinha.
A pediatra liberou a comidinha ,disse que ele já pode estar comendo a comida sem amassar tanto, quase como um adulto.
O meu pequeno transpira muito e tem uns 20 dias que o ele está com uma assadura no pescoço só que estava ficando feia, uma casca amarronzada e dentro uma aguinha, levei na pediatra e ela disse que infeccionou. Agora ele esta tendo que tomar antibiótico e estou passando também uma pomadinha cicatrizante, mas já está melhorando.
Já está engatinhando muito rápido, é super equilibrado quando está de pé nos moveis já desce sozinho sem ajuda de ninguém. Acontece que os tombos acabam sendo inevitáveis, tento deixar ele explorar bem os limites dele, estou sempre por perto e “tento “ deixar ele aprender por conta própria que daquele jeito não vai dar certo, apesar de ficar com o coração na mão. Esta fase está sendo muito cansativa o Caio não para mais um só minuto, não sei de onde estes bebês tiram tanta energia, sem contar que tudo representa perigo para o meu pequeno.
A brincadeira do momento é jogar as coisas no chão para a mamãe pegar, ele acha um máximo, da até gargalhadas quando brigo com ele e digo que não vou mais pegar, parece até que faz para me provocar.

Avanços: Já senta sozinho, acha que consegue andar e ameaça até alguns passinhos, não dou mais dois meses para ele começara a andar. Vê sujeirinhas ou buraquinhos no chão e fica mexendo com o dedo indicador por horas.
Está conversando muito, mas ainda não saiu nem uma palavrinha, fica só no Guiii, quue, budduu e assim vai.
A cada dia fico mais apaixonada por ele, cada conquista enche a mamãe aqui de orgulho. Não poderia ter recebida dádiva maior em minha vida. Te amo muito filho!!!

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Fraude...



Estou de volta depois de quase um mês sem postar por aqui,mas como já havia mencionado aqui o meu sogro estava em campanha política para prefeito, ele infelizmente não conseguiu a vitória e depois de alguns dias se recuperando do baque de termos perdido a eleição, pois tudo apontava para que fossemos ganhar, descobrimos que ao que tudo indica as eleições no município de Alexânia- GO, foi fraudada.
Meu sogro recebeu uma carta de uma mãe, em que ela diz que o seu filho votou 13 vezes no dia da eleição (com títulos falsos) e que foi feito um esquema com mais de 1,500 títulos falsos de pessoas fantasmas. Ela ainda mandou 16 títulos originais para o meu sogro e diz que para que não desse diferença no número de habitantes foram cancelados aleatoriamente 1500 títulos na cidade. Sem contar nas pessoas mortas que levantaram de suas tumbas para votar.
Meu sogro levou todas as provas para a justiça, mas como não podemos confiar na justiça do nosso país, vejamos no que isto vai dar. No começo ficamos muito revoltados, mas está entregue nas mãos de Deus, ele sabe o que é melhor para nós.
Com isso tudo minha vida ficou de pernas para o ar de lá para cá, tentando ajudar e apoiando meu marido que deu o sangue nesta campanha e até abriu mão de bons momentos com o nosso pequeno príncipe. Agora já está tudo voltando ao normal aos poucos estamos colocando nossas vidas no eixo de novo, agora estou a todo vapor organizando a festinha do de um aninho do Caio.
Eu não imaginava que daria tanto trabalho para organizar a festinha e por isso estou correndo muito com tudo, o meu pequeno esta cada dia mais sapequinha, não para de tagarelar. Tá uma graça, aos poucos vou tentar colocar as novidades em dia que são muitas.




Beijinhos

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Começa campanha de doação de leite materno.

A Secretaria da Saúde promove durante toda a semana uma campanha de sensibilização para convocar doadoras de leite de todo o Estado. Mulheres em período de amamentação, com excesso de leite, podem procurar um banco de leite de qualquer hospital.

O leite materno doado é pasteurizado, submetido a controles de qualidade e distribuído aos recém-nascidos prematuros ou a bebês que não podem amamentar.
As doadoras têm de ser saudáveis e estar em período de amamentação de seus bebês. A coleta é feita diariamente pela equipe do Banco de Leite, em parceria com o Corpo de Bombeiros.
Em visitas às mães, a equipe dá orientações sobre higiene, ordenha, conservação e armazenamento do produto. Todo leite que chega ao banco é pasteurizado e passa por exames de controle de qualidade físico-químico e microbiológico antes de ser fornecido aos bebês
.

Vantagens

Para a Mãe:
menor sangramento, o peso volta mais rapidamente, pode reduzir câncer de mama, de ovários e osteoporose, maior período de amenorréia e espaçamento entre gestações, aumenta o vínculo mãe e filho, maior praticidade e satisfação.
Para o Bebê: alimento completo tanto nutricional como imunológico, protege de infecções, de processos alérgicos e de doenças crônicas, maior vínculo afetivo e desempenho nos testes de inteligência, previne problemas ortodônticos e fonoarticulatórios, maior período de amamentação com diminuição da morbidade e mortalidade infantil e menor risco de maus tratos e abandono.
Para a Família: melhor qualidade de vida, mais prático, econômico, melhor vinculo familiar, menor gasto com doenças e com a economia maior investimento em outros alimentos e bens de consumo da família.
Para o Hospital: menos internações por doenças infecciosas, menos infecções cruzadas e menor índice de infecção hospitalar, diminui o tempo de permanência hospitalar e com alojamento conjunto há maior aproveitamento de espaço e da equipe para orientações e cuidados, melhor qualidade de assistência e melhor prestígio hospitalar.
Vantagens para Sociedade e Meio Ambiente: melhor qualidade de vida, menos falta ao trabalho materno, menos doenças infantis, menor mortalidade infantil, economias diversas de importações e menor dano ecológico com melhor qualidade do ar atmosférico.
A introdução de Alimentos Artificiais precocemente além de favorecer o desmame precoce, aumenta a morbidade e mortalidade infantil, e a mulher perde os benefícios da amamentação contra doenças crônicas.
Eu doei leite até o Caio fazer 3 meses e meio, que foi quando o meu gordinho começou a me sugar muito e já não estava dando mais para tirar nada, mais eu sentia uma satisfação imensa em saber que eu poderia estar ajudando mãezinhas que não tinham como amamentar seus filhos.

Doe Leite Materno. O seu leite pode ajudar a salvar a vida de um recém-nascido

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Engatinhando...

Vim postar aqui o vídeo do dia que o caio engatinhou de verdade pela primeira vez.



Aconteceu no dia 25/09/2008, ele já andava ameaçando mas nunca dava mais que duas braçadas este dia eu quase morri, ria sozinha aqui em casa e ele olhava para mim com uma cara de quem não estava entendendo nada.
O Caio começou a andar de andador com 5 meses , pois com quatro ele já se sen
tava sozinho, a pediatra dele proibiu, mas mesmo assim coloquei pois eu precisava fazer as tarefas de casa. A pediatra disse que isso atrasaria a coordenação motora dele e que ele aprenderia a andar errado. Bom está ai a prova de que não atrapalhou em nada na verdade contribuiu, pois ele começou a engatinhar para tentar alcançar o andador. Rsrs
Eu acho que na verdade cabe a nos estarmos sempre estimulando os nossos filhos, eu sempre dosei bastante o andador, não deixo ele o dia inteiro lá.Sempre deixei o Caio muito no chão.Deixe o bebê experimentar o chão, fazer suas próprias rotas, procurar os melhores caminhos, descobrir texturas com os pés e as mãos. Claro, ficando sempre por perto, de olhos pois em um segundo eles podem fazer estragos.
Depois posto um vídeo do caio ficando em pé , se apoiando nos móveis.




video


Para incentivar a criança a engatinhar


Faça massagens no seu filho. A shantala, técnica oriental de massagem em bebês, tem efeito relaxante e ajuda a criança a descobrir o corpinho. Fortaleça o abdômen do nenê. Coloque seu polegar na palma de uma das mãos dele e segure o pé do lado oposto.Desequilibrado para trás e em ligeira rotação, o pequeno vai deter a queda com os abdominais. Este exercício agradável pode ser feito no banho. Não encha a banheira com muita água,ponha um tapete antiderrapante no fundo dela e desenhe um oito com o corpo do seu filho, da esquerda para a direita e vice-versa.

Beijos