quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Meio ano de vida

Hoje o meu pequeno está fazendo 6 meses, meu Deus como passa rápido, parece que foi ontem que estava no hospital a nascer,tão pequenino.
Hoje já é um bebezão, super sapeca e decidido e se não tem o que quer grita muito, meu Deus! Cada grito de fazer até ventinho no ouvido.
Meu pequeno já está pesando 8,750 Kg e medindo 66,5 cm, já fica sentadinho com total firmeza e quando está de pé consegue suster, durante um instante, o peso do corpo sobre as perninhas.Tenta engatinhar mais consegue apenas dar um passinho para frente e já cai, mas ele não desiste tão fácil e fica assim até alcançar o seu objetivo, quando se cansa fica muito irritado e começa já começa a reclamar.
Diante do espelho ele fica olhando ,acho que pensa como pode ter duas mamãe? È até engraçado.
Não pretendo tirar as coisas do lugar por isso já estou dizendo: Não, Não pode.
Ele já sabe o que isto quer dizer pois antes de mexer já me procura para saber se estou olhando e quando vai mexer que digo NÃO ele já solta um sorriso, como é danado fica tentando me comprar com aquele sorriso gostoso.
Este mês teve até festinha com direito a bolo e tudo mais, o Pai ficou me enchendo o saco dizendo que nunca tinha visto isso...comemorar aniversário de seis meses, ele não entende que já são 6 meses, meio
ano de vida. Mas no fim ele também adorou!



quinta-feira, 21 de agosto de 2008

O que é um menino...

Texto que recebi da Karim, na verdade eu li o texto no blog dela e ela me deixou colocá-lo aqui também, achei o texto demais.
O blog dela é fabuloso vale a pena conferir e ela faz também um trabalho incrível com scrapbooking.
http://petitpia.blogspot.com/
O Que é um Menino
Entre a inocência da infância e a compostura da maturidade há uma deliciosa criatura chamada menino. Embora se apresentem em tamanhos, pesos e cores sortidos, todos os meninos têm o mesmo credo: aproveitar cada segundo de cada minuto de todas as horas de todos os dias e protestar ruidosamente - o barulho é sua única arma - quando seu último minuto é decretado e os adultos os empacotam e metem na cama. Meninos são encontrados em todas as partes: em cima de, embaixo de, dentro, subindo em, balançando-se no, correndo em volta de, pulando para. As mães os adoram, as meninas os odeiam, irmãos e irmãs mais velhos os suportam, adultos os ignoram, o céu os protege. Um menino é a verdade com rosto sujo, a beleza com um corte no dedo, a sabedoria com um chiclete no cabelo, a esperança do futuro com uma rã no bolso. Quando você está ocupado, um menino é uma conversa-fiada, intrometido e amolante. Quando você deseja que ele cause boa impressão, seu cérebro vira geléia, ou ele se transforma em uma criatura sádica e selvagem empenhada em desmontar o mundo ao seu redor. Um menino é um híbrido: o apetite de um cavalo, a disposição de um engole-espada, a energia de uma bomba atômica de bolso, a curiosidade de um gato, os pulmões de um ditador, a imaginação de um Júlio Verne, o retraimento de uma violeta, o entusiasmo de um bombeiro - e quando se mete a fazer alguma coisa é como se tivesse cinco polegares em cada mão. Gosta de sorvete, canivetes, serrotes, pedaços de pau, água (no seu "habitat" natural), bichos grandes, papai, sábados, domingos e feriados, mangueiras de água. Não é partidário de catecismo, escolas, livros sem figuras, lições de música, colarinhos, barbeiros, meninas, agasalhos, adultos e "hora de dormir". Ninguém se levanta tão cedo, nem chega tão tarde para o jantar. Ninguém se diverte tanto com árvores, cachorros e mosquitos. Ninguém mais é capaz de meter num único bolso um canivete enferrujado, uma maçã comida pela metade, um metro e meio de barbante, um saco de matéria plástica, duas pastilhas de chiclete, três notas de um real, um estilingue e um fragmento de "substância ignorada". Um menino é uma criatura mágica: você pode mantê-lo fora do seu escritório, mas não pode expulsá-lo de seu coração. Pode pô-lo para fora da sala de visitas, mas não pode tirá-lo de sua mente. Queira, ou não, ele é seu captor, seu carcereiro, seu dono, seu patrão - um cara sarapitando, um nanico, um mata-gatos, um pacote de encrencas. Mas quando à noite você chega em casa, com suas esperanças e seus sonhos reduzidos a pedaços, ele possui a magia de soldá-los em um segundo pronunciando duas palavras somente: "Oi, Papai !".

terça-feira, 19 de agosto de 2008

"Agosto de Deus"




Mês de agosto!



Demorei a postar, é que este mês foi difícil, como aqui em Brasília o clima é horrível passei o mês fraca e debilitada. Nossa peguei uma gripe daquelas e depois quando estava melhor da gripe, minha garganta infeccionou não tava conseguindo comer nada. Mas Graças a Deus o meu pequeno ,não gripou ele é muito forte, também só no peito da mamãe (como suga este bebê).
O mais difícil de estar doente é mesmo sem coragem nenhuma ter que levantar da cama e brincar, cantar, cuidar e correr atrás do meu pequeno o dia todo, nossa achei que eu não fosse dar conta ,meu marido até falou em contratar uma babá,mas eu não tenho coragem, tenho muito medo de que façam alguma maldade com meu filho a gente vê cada coisa na televisão, não é? O mundo está cada dia pior não sabemos em quem podemos confiar, por isso enquanto der eu vou me virando.
O Caio tomou a vacina da pneumonia e da meningite e também não deu reação, graças a Deus!
Quero deixar aqui meio atrasado ,mas valendo ainda, o parabéns ao papai ... afinal o 1º não poderia passar em branco.



Muito Obrigado, Papai

Eu tirei seu sono,

fiz você sorrir,
e aprontei bastante.

Mesmo assim você contou histórias pra eu dormir.

Às vezes perto,

às vezes longe,

mas sempre preocupado.

Por tudo isso, papai,

Muito Obrigado.



Feliz Dia dos Pais!!!


quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Slingando

Andei meio sumida, pois meu pequeno andou me dando um trabalho estes dias.
Quase não dormia, vomitando amarelinho.Ele não aceitou muito bem a frutinha, então parei de dar e voltei com o remédio do refluxo. Agora já está melhorando,graças Deus. E está exclusivamente no peitinho da mamãe!


Chegou o Sling!!!!
Sling é uma versão cosmopolita das kangas africanas, dos xales, lenços e capolanas que as mulheres de culturas à volta do mundo utilizam há séculos para trazer os seus bebês junto a si desde que nascem.
É através do tocar e do cheirar que os bebês estabelecem o seu primeiro contato com o mundo.
É assim, também, que criam os laços e estabelecem as bases do relacionamento co
m os seus pais.
Amamentar, pegar ao colo, conversar, cantarolar, embalar, confortar são algumas das várias ações adotadas instintivamente pelos pais e que são fundamentais para o fortalecer destes laços.
De cada vez que uso o sling , criamos a oportunidade de praticar e aprofundar a nossa relação e intimidade com esta pessoa pequenina que acabou de entrar na nossa vida!
A nossa sensibilidade e entendimento das suas necessidades aumentam na medida em que o contacto é próximo e constante.
Ele é mágico, parece que eles se sentem tão seguros dentro dele. O meu pequeno acaba sempre a dormir dentro dele, é uma maravilha, só queria ter descoberto antes.
Da para se fazer tudo com ele, ir a feira , ao shopping, comida, da até para lavar louça!
Quem ainda não tem trate de comprar, eu comprei o meu com a Mari lá de Recife e recomendo, ela é muito atenciosa e tem o maior cuidado na confecção e o melhor de tudo é que ela faz slings personalizados, um mais lindo que o outro.